Edinho veta benefício de IPTU e mais regras para instalar radar

O IPTU São Paulo 2019 é um imposto obrigatório em anual. Confira maiores informações a respeito do IPTU São Paulo 2019 e saiba quando efetuar o pagamento do mesmo.

Os impostos devem ser pagos do prazo de vencimento para evitar qualquer tipo de pendência. A prefeitura começa o recebimento do pagamento já no primeiro semestre do ano, mas não se preocupe porque ela permite o pagamento parcelado ou oferece desconto para quem vai pagar em cota única.

Resultado de imagem para iptu

Prefeitura anuncia emissão dos carnês do IPTU

Seja qual for a opção de pagamento, não deixe de fazer emissão do carnê pela internet, caso você não tenha recebido o mesmo o seu endereço.

Tem como obter a segunda via para pagamento pela internet, assim não tem necessidade de o contribuinte procurar os atendimentos presenciais para essa finalidade. Leia também outras informações referentes ao IPTU 2019.

Como tirar segunda via do IPTU SP

Conforme mencionado anteriormente, o contribuinte consegue imprimir a 2 via IPTU São Paulo 2019 pela internet sem ter que ir aos atendimentos presenciais para essa finalidade.

  • É muito simples obter esse documento pela internet e você irá conferir as informações a seguir que mostram como funciona, dessa forma fica mais simples esclarecer o procedimento para que você possa executá-lo.
  • Site da Prefeitura de São Paulo: www.campinagrande.giap.com.br
  • Informe os dados para realizar a consulta.
  • Você precisa preencher os dados pedidos para que a segunda via do documento seja gerada;

Vale ressaltar a gratuidade em utilizar esse recurso. Você pode acessar o site da Prefeitura em qualquer horário do dia que não vai ter nenhum custo para acessar o recurso.

Valor e Pagamento do IPTU

A respeito do valor do imposto, isso depende muito das características e localização do imóvel. Emitindo a guia de pagamento você terá conhecimento a respeito do valor a ser pago, existem duas opções disponíveis para a quitação do imposto.

Descrevemos abaixo quais são as opções disponíveis para você:

  • Pagamento em cota única – tem direito a 10% de desconto;
  • Pagamento parcelado – sem desconto e sem juros.
  • Veja qual a melhor opção na hora de pagar esse imposto.

Prefeitura de São Paulo

A cidade de São Paulo fica no estado da Paraíba, são mais de 300 mil habitantes. Para conseguir melhor atender todos os contribuintes, a prefeitura disponibiliza os serviços online.

Um desses serviços você pode conferir passo a passo como utilizar através do tópico anterior. Sempre que ficar alguma dúvida a respeito de como usar esses serviços basta entrar em contato com o atendimento da prefeitura.

O contato pode se dar por meio presencial outro telefone.

Faça seu contato com a Prefeitura e tire suas dúvidas relacionadas a qualquer serviço administrado por esse órgão.

Imposto de Renda – Prazo Termina em Abril

Os primeiros meses do ano é um período em que muita gente recorre aos contadores, devido às dúvidas sobre Imposto de Renda 2019. Declarar, ajustar e agendar pagamentos podem não ser tarefas muito simples, e é preciso executá-las com cuidado para não sair no prejuízo e acabar pagando taxas a mais.

Um passo importante antes de iniciar o processo é consultar a tabela do imposto de renda, já que nem todos os cidadãos com renda são obrigatoriamente contribuintes. A cobrança só é feita a pessoas que possuem uma renda anual de R$ 18.799,32 ou mais, ou seja, R$ 1.566,61 mensais ou mais.

Declaração do Imposto de Renda
Apresente já sua declaração

A partir desse valor, a alíquota (percentual tributário sobre a renda) aumenta de acordo com esses dados:

  • Até R$ 18.799,32 – alíquota zero – nada é deduzido da renda.
  • De R$ 18.799,33 a R$ 28.174,20 – alíquota de 7,5% – R$ 1.409,95 são deduzidos da renda.
  • De R$ 28.174,21 a R$ 37.566,12 – alíquota de 15% – R$ 3.523,01 são deduzidos da renda.
  • De R$ 37.566,13 a R$ 46.939,56 – alíquota de 22,5% – R$ 6.340,47 são deduzidos da renda.
  • Acima de R$ 46.939,56 – alíquota de 27,5% – R$ 8.687,45 são deduzidos da renda.

Esse ano, o prazo para declaração do imposto de renda vai de 30 de março a 30 de abril. Caso o contribuinte opte pelo pagamento parcelado, a primeira parcela deve ser paga no dia 30 de abril.

Portanto, a melhor opção, mesmo para aqueles que já contribuíram anteriormente e vão apenas fazer ajustes em sua declaração, é providenciar o quanto antes o envio de seus documentos à Receita Federal.

Os contribuintes que não declararem o imposto no prazo estabelecido estarão sujeitos à multa mínima de R$ 165,74, acumulando em 1% a cada mês, podendo chegar ao valor máximo de 20% do imposto devido.